Qual a diferença que você faz nesse mundo?

A coisa que mais vejo de uma forma geral (não no consultório apenas) são pessoas queixosas.

Sempre ouço a voz de Gandhi na minha orelha dizendo “seja você a mudança que quer ver no mundo!”

Você tem vivido feliz com as contribuições que oferece ao mundo?

Quantas vezes já parou para uma conversa casual?

Quando foi a última vez que olhou alguém firme nos olhos?

O último sorriso desinteressado, mas gentil?

Você já se comprometeu com algo que fosse realmente significativo para outras pessoas?

Já fez algum trabalho voluntário?

Já ouviu alguém sem condenar ou julgar?

Já deu algo para uma pessoa estranha sem ser esmola ou informação?

O que você realmente tem feito para deixar esse mundo diferente do que encontrou?

Já fez algo generoso sem contar para ninguém?

Já amou uma pessoa de verdade?

Já libertou alguém do seu egoísmo?

Já perdoou?

Já fez um pensamento positivo para alguém que machucou você?

Já agradeceu seus pais pela vida que recebeu?

Já cedeu seu espaço para uma pessoa saudável, não grávida, não idosa, não doente e não necessitada?

Já tocou alguma música para elevar o ânimo de alguém? (no assobio também vale)

Já olhou o albúm de fotos de uma pessoa e se deliciou com aquilo?

Já ouviu uma confissão?

Já consolou uma pessoa que perdeu um ente querido sem ser bobo ou óbvio?

Se você quer que o mundo tenha mais espaço para o amor, ame.

Se quer paz, pacifique.

Se quer equanimidade, seja justo.

Mas se esperar que alguém faça isso no seu lugar, continue se queixando.

Toda grande história começa num pequeno detalhe!

________________________

Outros artigos relacionados

Você realmente está fazendo escolhas em sua vida?

Você dá o seu melhor na vida?

O que faria se pudesse voltar ao passado?

A farsa da essência

Sobre o sentimento de inadequação

Por que aceitamos os bebês e odiamos os adultos?

About the author

Sonhador nato, psicólogo provocador, apaixonado convicto, escritor de "Como se libertar do ex" e empresário. Adora contar e ouvir histórias de vida. Nas demais horas medita, faz dança de salão e lava pratos.

Related posts

  • Grande Fred! Saudade das nossas conversas….abs!

  • JUDY

    Oi ………..
    recebi um e-mail esta semana, daqueles que rodam na internet e acabam caindo em nossa caixa. Geralmente não leio, mas, este, em especial, me chamou a atenção e, fiquei, extremamente tocada com a sua resposta para o ” R “.
    Achei tão interesante que resolvi procurar no google algo como “sobre a vida” e, acabei te encontrando.
    Isto realmente aconteceu, ou, é papo de internet??
    Sua resposta para o R foi magnífica e plena. Me comovi algumas vezes lendo este e-mail e me identifiquei com muita coisa dita ali….
    Acho bem interessante em um mundo “perdido” como este, ainda existir pessoas assim “like you” vc existe mesmo??

    Bjs

    Judy

    • blogsobreavida

      Isso realmente aconteceu!

      bjs

  • Débora

    Olá Fred, me identifiquei demais com suas palavras. O tempo e as experiências fazem diferença na forma como algumas pessoas enchergam a vida. Eu, particularmente, sorri em algumas colocações que você fez,pois as tenho praticado. Não sou perfeita, mas estou a caminho de ser cada vez melhor. Porém a questão é: quantas pessoas que conhecemos não deixam de fazer certas coisas ou ter algumas atitudes por receio de ser piegas ou mesmo de não ser aceita por outras de seu círculo? Dessa forma elas seguem o fluxo e muitas vezes deixam de ser verdadeiras para agradar a alguém, mas acabam desagradando a muitos!!!
    *Estou ficando viciada em textos do Fred… rs…Bjosss

    • blogsobreavida

      Que legal! bjs