Silêncio Mental

Se você acha que as grandes cidades são caóticas, violentas e barulhentas, talvez nunca tenha parado por 1 minuto em silêncio para ouvir o que se passa na sua mente.

Frágil

Faça uma breve experiência, fique 1 minuto contado no relógio completamente imóvel e em silêncio.

Reparou na extrema dificuldade que teve?

Seus pensamentos tentaram sequestrar sua atenção para lugares longínquos. Você fica ouvindo uma voz interna dizendo que havia algo urgente para resolver. Além disso, algum sentimento perturbador ou inquietante teimava em fazer seus dedos das mãos e dos pés se mexerem.

É nesse ambiente de barulheira mental que você tenta estudar, trabalhar, amar e ser feliz.

Todas as suas fichas emocionais estão depositadas num lugar sujo, confuso, agitado e caótico. O seu bem-estar está aprisionado numa cela cheia de pinduricalhos completamente inúteis. Ali estão pregados os pensamentos mais pobres e cheios de lugares-comuns que conduzem uma vida para algo insatisfatório e desnorteado.

Uma conversa não é uma troca clara de informações em que trafegam dois mundos que se tocam. Na maior parte as falas são emitidas desse lugar cheio de eco egocêntrico onde só se ouve a voz da “minha opinião”. Conversa mesmo não existe, pois ao menor indício de discordância o ruído aumenta e o confronto é travado. Boa conversa só acontece enquanto há submissão de uma vontade pela outra. Isso quando as ideias são ouvidas do começo ao fim. Mal terminamos de falar e somos interrompidos por alguém que pretende saber mais sobre a nossa vida que nós mesmos.

Nesse céu nublado é que transitam as emoções que supostamente dão combustível para as nossas ações. Turvas, fechadas e instáveis, é assim que queremos conduzir nossos melhores dias? Essa é a paisagem sutil na qual alimentaremos os nossos projetos mais preciosos?

Ouse apenas relaxar. Não precisa ir nas Bahamas, Fernando de Noronha ou nas Ilhas gregas. Silencie por algum tempo e se desprenda daquela necessidade pulsante de fazer, realizar ou resolver tudo. Apenas silencie.

Respire fundo se isso ajudar, deixe-se derreter nessa nova experiência, mas apenas se permita descansar de si mesmo.

Cinco ou dez minutos de desobrigações de salvar o mundo, viver um grande amor ou ser incrivelmente feliz. Ali, nesse templo interior basta repousar a mente do desejo por resultados. Se algo tentar se pendurar nos seus ombros mentais saia de canto, sem esforço, e siga no repouso. Não brigue com seus pensamentos ou degladie com o comichão do nariz, apenas solte a si mesmo do anseio de chegar em algum lugar.

Agora isso se parece um pouco mais com um lugar aconchegante para levar uma vida feliz.

_______________

Leia também

30 dias para a felicidade

 

Estamos todos perdidos 

Não compre minha mentira 

Como abrir sua mente 

Suicídio  

O que falar para alguém que está prestes à morrer? – Nota de falecimento de R. 

 

 Você usa as pessoas 

O poder dos relacionamentos 

 

 Você é só mais um 

 

 Qual diferença você faz nesse mundo? 

 

 Você dá o seu melhor na vida? 

 Olhar de turista 

 7 tipos de felicidade 

 Vida Ideal e Vida Real 

About the author

Sonhador nato, psicólogo provocador, apaixonado convicto, escritor de "Como se libertar do ex" e empresário. Adora contar e ouvir histórias de vida. Nas demais horas medita, faz dança de salão e lava pratos.

Related posts

  • Seus textos doem. Uma dor que sufoca e relaxa. Uma discordância que grita na garganta, mas que acolhe e concorda com um acenar da cabeça… Cada vez apaixono-me mais… Parabéns.

  • Andre

    Silenciar esse caos mental, esses pensamentos que ficam “parecendo macaco no cio pulando de galho em galho” (essa é do Seiti Arata hehehe) é o maior desafio atualmente na minha vida. Por desse caos não consigo ler 2 paragrafos de um texto sem me perder, nao consigo trabalhar por 20 minutos sem me pegar pensando naquele dialogo ideal com a garota da academia, e por ai vai. Ficar 15 minutos imovel em silencio tem me ajudado bastante. Consigo ter uma mente mais limpa por pelo menos 1 hora após esses 15 minutos. Já é alguma coisa.

  • ……………………………………………
    Verdade , muito difícil !

  • Brenob

    Excelente!
    obrigado pelo texto.