“Você não sabe o que eu sofri!”

Há pessoas que adoram justificar ou se orgulhar da frase “você não sabe o que eu sofri”.

Não precisa me constranger com sua dor

Esse é começo de todos os enganos que essa pessoa pode cometer em sua vida, o de se validar pelas desgraças que viveu. [minha visão de sofrimento]

Parece que sofrer lança as pessoas, principalmente o brasileiro num status de superioridade, como se tivesse enfrentado mil adversidades e por isso merecesse uma recompensa ou mais respeito.

Esse tipo de pessoa costuma achar que ela carrega na testa uma placa dizendo

“ei, sofri pra caramba, trate de me respeitar”

Desculpa meu amigo, sua história foi a sua história, a do outro foi do outro e nenhuma história tem supremacia sobre a outra por conta de sofrimento.

Aliás, não sei por que as pessoas gostam de se orgulhar do que passaram, afinal impasses acontecem na vida de todos, mas tratar isso como uma saga de herói é meio exagerado. Se sofreu foi porque teimou em não aceitar que o dia nasce cinzento para todo mundo, não escolheu você.

O que me faz ter admiração com relação ao sofrimento que viveu não foi o fato que teve uma pilha de acontecimentos catastróficos, mas a maneira como se recuperou. Isso é sinal de maturidade, não ficar arrogando para si poderes supremos porque tem uma ficha corrida enorme. Isso até bandido tem.

E outra coisa, não sei mesmo o que você sofreu, não tenho telepatia. Se não me contar não vou adivinhar. E mesmo que tenha passado todos os perrengues do mundo, por favor, não se esconda atrás disso para conseguir mais prestígio entre os outros. Ninguém precisa olhar você como coitadinho, pois se aprendeu algo com sua história, deixe ela no seu devido lugar. Não fique evocando à cada impasse nos relacionamentos que sua mãe morreu cedo, que seu pai era bêbado, que foi molestado, que passou fome, foi expulso de casa ou que quase teve overdose. Você podia continuar sendo genial sem nada disso ou um pulha mesmo com todo esse histórico.

Não acredite que o passado doloroso lhe concedeu super-poderes, todos tem um lago de dor (maior ou menor) dentro de si e nem por isso usam isso à seu favor.

Antes de dizer que quem vive de passado é museu, entenda que não sou a favor de tentar esquecer sua vida (nem seria possível), mas de evitar se esconder atrás de uma fachada de dor para transparecer nobreza.

Exaltar uma perda ou dor sofrida como sinal de superioridade é o primeiro sinal de desrespeito com aquilo que aconteceu. Então, se não deixa o passado onde ele está porque eu teria que olhar para você com mais admiração?

Não sei o que você sofreu, será que você realmente sabe?

______________

Leia também

Teu passado te condena, será

Dificuldade em dar e receber carinho

O amor deixa as pessoas mais bonitas

O que você quer dizer com EU TE AMO

Você tem medo de amar?

Tomei um pé na bunda

Todo amor é platônico

Amor maduro

Avareza emocional

About the author

Sonhador nato, psicólogo provocador, apaixonado convicto, escritor de "Como se libertar do ex" e empresário. Adora contar e ouvir histórias de vida. Nas demais horas medita, faz dança de salão e lava pratos.

Related posts

  • Acredito que cada situação tem um peso único para cada pessoa. Um mesmo problema pode ter pesos diferentes para dois indivíduos distintos, por isso usar o “sofrimento” passado para se prevalecer em cima de alguém e/ou situação é com o perdão da palavra ridículo. Todos temos problemas e saber lidar com eles é o que nós faz uns mais fortes que os outros, porém sempre estaremos no mesmo barco.