Parece uma realidade dada e conhecida, todas as pessoas mentem, sem exceção. (ufa, finalmente um texto que ninguém vai poder dizer “mas eu não sou assim”)

O maior medo do mentiroso: o isolamento

Mentiras de nível grave, médio ou brando, mas todos mentem. As pessoas que são alvo de mentira sempre reagem de forma indignada quando descobrem a mentira como se nunca tivessem sido autoras de  alguma. Reagem como se fosse um ato tão sujo e repugnante que não merece perdão.

Sou psicólogo e por essa razão olho a mentira sobre outra perspectiva, ou seja, o que a pessoa estava tentando ocultar?

Percebi que existem dois tipos de mentiras que distorcem a realidade factual, por ocultação e por acréscimo.

No caso da mentira por ocultação existe uma fatia da realidade que foi diminuida, mascarada ou dissolvida para que parecesse menos ruim, ou seja, a realidade era muito pesada para ser expressa naquele contexto (segundo o autor da mentira).

No caso da mentira por acréscimo, como as tradicionais histórias de pescador, a realidade é mais pálida do que aquela que foi demonstrada, ou seja, a pessoa se sente menos do que realmente é.

Em qualquer um dos dois casos, o receio é o mesmo, não ser aceito por aquilo que se é ou faz. É a própria pessoa mentirosa que não consegue administrar o peso de estar distante do ideal que projetou para si.

Sempre olhamos a mentira sob a ótica da “vítima” como se a única responsabilidade fosse do autor. Sei que existem pessoas bem frágeis para lidar com a realidade e que as maiores mentiras costumam ser contatas para pessoas rígidas e implacáveis no seu julgamento. Se a pessoa que ouviu uma mentira tivesse um padrão de comportamento mais aberto e receptivo as mentiras seriam menos frequentes e ela teria a chance de ouvir realidade desagradáveis.

Quando muitos dizem que preferem ouvir a verdade costumam estar enganadas, elas querem ouvir verdades desde que agradem seu paladar. Será que você gostaria de ouvir de seu parceiro que para ele é bem difícil ter uma mulher apenas e que ele precisa amar duas pessoas ao mesmo tempo? Provavelmente não, mas também não gostaria de abrir mão dele. Gostaria que ele te amasse e desejasse exclusivamente e mesmo sabendo que isso é incompatível com a realidade mesmo assim sustenta uma versão romanceada dessa pessoa onde a verdade seja ocultada.

A negação de certos fatos é uma forma de automentira onde fechamos os olhos para o que nos desagrada.

Essa tentativa de falsear a realidade é uma maneira de obter aprovação dos demais, afinal somos contraditórios, inconstantes, instáveis, volúveis e confusos. Queremos sempre comer todos os doces disponíveis, mas para isso precisamos encarar que mesmo com todo o apetite do mundo nem tudo cabe no estômago.

Se sua gula existencial baixar a intensidade e sua vontade de ser aprovado a qualquer custo também talvez a mentira faça menos parte do seu cotidiano. Isso não transformará você naquelas pessoas mal educadas que adoram jogar “verdades” na cara dos outros, pelo contrário, mesmo as realidades difíceis serão tratadas com doçura se forem acompanhadas de muito amor.

_____________

Participem dos comentários na Fanpage do Sobre a vida só dar um CURTIR E PARTICIPAR

Acho que vai gostar de ver isso também

 

Mulheres querem ouvir a verdade, será? 

Regras básicas para destruir seu relacionamento amoroso

O que os outros vão pensar? 

53 dicas para lidar com crise amorosa 

Como destruir silenciosamente seu relacionamento amoroso

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...