11 características que fazem você uma pessoa infantil

* Por Frederico Mattos

No texto de ontem me pediram para ser mais didático e escrever sobre algumas características da pessoa infantil.

1-Jogos A pessoa imatura costuma estar presa em scripts sociais. Ela é a boazinha ou a rebelde, a inteligente ou a ingênua, a coitada ou a esperta. Ou seja, sempre fixada num tipo de comportamento que varia entre vítima, algoz e salvadora.

tumblr_la5o9xfNhD1qdj6jco1_500

Sim, ela está na fase certa de não entender nada sobre o vida

2-Inacessibilidade emocional A imaturidade, por ser como um “retardo” emocional, cria barreiras para que a pessoa saiba o que está acontecendo no seu mundo interior. É como se ela não soubesse descrever o que está sentindo sem dizer que está “achando sua vida ruim” (isto é um pensamento) ou “um troço no peito” (uma sensação física). O repertório é pequeno e de forma geral acaba reduzindo as respostas emocionais a um ciclo repetitivo, ou fica triste ou com raiva ou com medo.

3-Controle Como tem poucos recursos emocionais, a pessoa infantil tenta de todas as formas não deixar que nada saia do seu controle. O método é não criar uma aflição nova e não ousar, arriscar, conhecer nada novo ou permitir que emoções novas surjam. Isso resulta numa vida previsível e sem “novos sofrimentos”, mas muito pobre e predisposta a um certo amargor, baixa autoestima e inveja de quem triunfa e arrisca.

4-Teimosia A pessoa teimosa costuma de vangloriar de nunca desistir de nada em que acredita. Na maior parte das vezes o que o teimoso está fazendo é agindo como uma criança que insiste em sua ideia só porque foi sua e não porque funciona. Ela já viu que a pessoa não dá bola, que o emprego é ruim, que o seu jeito de ser não é o melhor, mas só porque “acredita” nisso nunca desiste. Não tem a ver com um projeto que vai dando resultados parciais progressivos até estourar, mas sobre nunca ter nenhum resultado nem mediano.

5-Reatividade Infantilidade tem a ver com pouca sabedoria diante de seu mundo emocional, como se a pessoa não tivesse timing interno entre algo que acontece do lado de fora e sua reação. Ela apenas devolve um tapa com outro e um sorriso com outro, sem muito questionamento se essas são as melhores respostas. Se você é do tipo que não leva desaforo para casa, não tenha orgulho disso, pois só revela que você não mede as consequências de seus atos.

6-Insegurança Sempre hesitando diante de cada nova decisão, a pessoa infantil não desenvolveu um guia interno que sabe decidir e bancar suas ações e acaba sempre recorrendo aos outros. O problema é que aqueles que ajudam o inseguro reforçam a sensação de passividade não o ajudam a agir por si mesmo.

7-Fantasia A infantilidade é um tipo de prisão imaginária em que o mundo tem um colorido forte, seja do tipo “vai dar tudo certo pra mim” ou “vai dar tudo errado”. É a inabilidade para avaliar o real com objetividade que prende a pessoa na infância emocional. Os fatos estão diante do nariz, mas a pessoa insiste em negar, dizendo que vai dar certo ou ficando ansiosa e paralisada.

8-Preconceito Exatamente por ter uma visão simplista que a impede de perceber que a vida carrega muitas ambiguidades e contradições ou que não é equânime e justa como gostaríamos é que a pessoa imatura cria e alimenta visões rasas, estereotipadas e preconceituosas. “Coisa de vagabunda”, “só podia vir de fulano isso”, “Pobre/rico é assim mesmo”, “mulher/homem só faz desse jeito”, são exemplos dessa simplificação generalizante.

9-Pessoalidade A criança sempre acha que ela é o centro do mundo; a pessoa imatura também. Seja o arrogante que acha que todos o admiram (ou invejam) ou o tímido que acha que todos estão julgando suas ações, todos sofrem de excessiva pessoalidade. Tudo é possível e diz respeito a ele. Aliás as pessoas só fazem o que fazem para aborrecê-lo e não porque tem o direito de fazerem o que quiserem.

10-Insatisfação crônica Por causa da tendência de empurrar todos os problemas com a barriga e nunca resolver aquilo que de fato precisa ser melhorado, o imaturo sempre está insatisfeito com algo. É uma coisa aqui e outra ali que acumuladas geram desconforto em todas as áreas da sua vida. O pior é achar que é azarado ou que o mundo conspira contra ele ao invés de assumir sua responsabilidade (sem uma culpa dramática) e agir.

11-Mimo Se você já se aborreceu com alguém ou saiu de um projeto porque as pessoas não valorizaram sua opinião, pode ser que tenha uma ponta de infantilidade. O seu jeito, por mais que você possa não concordar com isso, nem sempre é o melhor. Principalmente se cultiva uma visão imediatista e simplista da vida, é bem provável que as soluções que propõe sejam de qualidade duvidável, dignas de serem descartadas. Talvez porque você faça bico ou se recuse a algo do qual não seja o centro das atenções é que as pessoas costumem descartar as suas ideias.

Em resumo, infantilidade é um profundo descompasso entre vida real e métodos, mas como vivemos num mundo bem imaturo é possível que você esteja camuflado e reforçado por uma sociedade que premia social e financeiramente os adultos infantis. Se fosse você, eu não esperaria uma bomba explodir já que tudo está correndo “bem”; procuraria fontes de sabedoria e maneiras de amadurecer como ser humano. Mas de verdade, sem fórmulas mágicas que resolvem sua vida em um atitude só.

* * *

Se você quer realmente superar esses traços de personalidade nos dias 29 e 30 de novembro darei um treinamento emocional profundo para as pessoas que querem avançar de verdade, sem rodeios, sem desculpas. Aguardo você lá! [clique aqui]

 construindo maturidade emocional

_____________

Captura de Tela 2014-08-26 às 10.05.17* Frederico Mattos: Sonhador nato, psicólogo provocador, autor dos livros “Relacionamento para leigos (série For Dummies)[clique]“,  “Como se libertar do ex” [clique aqui para comprar] e “Mães que amam demais”. Adora contar e ouvir histórias de vida. Nas demais horas cultiva um bonsai, lava pratos, oferece treinamentos de maturidade emocional no Treino Sobre a Vida e se aconchega nos braços do seu amor, Juliana. No twitter é @fredmattos e no instagram http://instagram.com/fredmattos – Frederico A. S. O. Mattos CRP 06/77094

 

Todos os direitos reservados © Esse texto não pode ser copiado sem a prévia autorização do autor. Para tal blogsobreavida@gmail.com

Revisão: Bruna Schlatter Zapparoli

Inscreva-se para receber as novidades

* indicates required



____

 

banner 4

About the author

Sonhador nato, psicólogo provocador, apaixonado convicto, escritor de "Como se libertar do ex" e empresário. Adora contar e ouvir histórias de vida. Nas demais horas medita, faz dança de salão e lava pratos.

Related posts

  • Caroline

    Só Jesus Cristo não tem pelo menos uma dessas características. #SomosTodosImaturos.

  • Monique Cossa

    Me indentifiquei com td e tenho 22 anos