Qualquer pessoa já deve ter notado que as mulheres, em especial, tem um sexto sentido mais aguçado que focinho de cachorro do FBI.

Mistério

A intuição pode ser chamada de uma habilidade de pressentir acontecimentos que se influenciam, mas que não tem uma conexão causal clara. Seria um faro especial que capta em um só instante uma realidade que escaparia aos 5 sentidos comuns.

Uma mãe que pressente (se ela não for maluca e paranóica) o acidente de um filho é fruto desse tipo de comunicação do inconsciente.

Não posso atestar com precisão, mas percebo que existem níveis de intuição feminina. O nível mais superficial se refere à capacidade de captar, perceber e processar em um segundo várias informações dispersas e criar uma lógica coerente. Assim como um detetive, a intuição feminina pode perceber o estado emocional de outra pessoa por traços sutis do corpo que um homem jamais captaria. A mulher tem uma maior habilidade de decodificar o clima emocional de um ambiente e transitar por ele sem se afetar ou dando seguimento às suas ações normalmente.

A mulher tem mais capacidade de perceber o “climão” entre um casal de amigos enquanto o homem só vê que eles estão bem, “afinal não estão brigando”.

O neurocientista Martin Portner argumenta que o cérebro feminino contem mais sinapses no corpo caloso (parte do cérebro que une o cérebro esquerdo e o cérebro direito). Como o cérebro direito é responsável pela criatividade e trabalha com uma linguagem mais subliminar imagine essa força conectada com um cérebro esquerdo mais analítico.

Qual o resultado disso?

Ela vai descobrir quando você a trair.

Você vai encontrá-la com aquele jeito pimpão de quem mexeu bem os quadris e ela irá reparar intuitivamente em pequenos detalhes, afinal você já ficou com essa cara perto dela. Rosto corado, sorriso fácil, mais leve, brincalhão, suavemente distraído e com olhar fugídio. Cada pequeno detalhe sendo detectado por esse radar atento.

Ela se conecta em “outra dimensão” que acessa uma linguagem não-verbal, não-racional e não-física. É uma percepção que capta a essência de um evento e uma pessoa. Prefiro nem tentar entender, só sei que é real.

Uma mulher pressente quando está sendo amada, traida ou deixada. Costuma não saber explicar, mas sente.

Quando algo se rompe num relacionamento ela chega a sentir uma dor no peito como se um elo se quebrasse.

Essa habilidade pode ser mais aguçada ou não, mas de qualquer forma sempre está presente numa mulher

É absolutamente incrível presenciar isso.

Gostaria de ouvir nos comentários do blog e do Facebook (pode adicionar) suas experiências de intuição…

________________________________________________

Artigos relacionados 

Você nunca mais vai amar do mesmo jeito

O que seu cérebro faz com você (ou você com ele)

Diferença entre o cérebro masculino e feminino

Amor profundo

Energia feminina

A Amélia – Mulher do primeiro estágio

A Guerreira – Mulher do segundo estágio

Plena – Mulher do terceiro estágio

Táticas para se relacionar bem com sua sogra!

O pai que está escondido na sua cabeça

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...