A grande tristeza da mulher – leitura exclusiva para homens

* Por Frederico Mattos

Esse texto é para um homem ler, portanto se você é mulher pare imediatamente de ler, recomende ele para seu namorado, marido, amigo, amante e vá fazer outra coisa. E se você persistir na leitura já aviso que vai se ofender e achar o texto grosseiro e machista, então corra o risco. Se você é um homem de verdade leia esse texto pelo bem do relacionamento que você tem ou terá.

Ela quer mais que isso!

Sou fascinado por mulheres, mas não só isso, adoro o universo feminino com suas complexidades,maluquices, instabilidades e brilhos. Se você é homem eu imagino que também é assim, certo?

Errado!

A maior parte dos homens que conheço quer saber de uma única e exclusiva coisa: vagina.

Não condeno você, também gosto, mas o problema é que alcançamos muito pouco com essa visão.

Vou explicar.

Há um tempo eu estava com um amigo na feira de carros para vender o meu. Eu ficava dentro dele enquanto os caras olhavam o preço. Por um momento tive um vislumbre, me senti olhado sem ser olhado de fato, mas como se eu fosse um pedaço de lataria sem personalidade. Aquilo me chocou, pois sempre fui acostumado a ser visto por quem eu sou.

Olhavam o carro como se fosse um bom ou mau negócio. Até aí tudo bem, essa é a regra do jogo, mas fiquei imaginando como seria ser olhado assim no cotidiano.

A sensação foi bem ruim e percebi qual é o incômodo e tristeza que as mulheres tem a nosso respeito. Somos incapazes de olhar para elas de verdade.

Sabe aquela olhadinha para trás que nós damos para conferir a bunda? E quando o decote é a única coisa que conseguimos nos concentrar numa conversa com uma mulher? E as imaginações puramente sexuais que travamos em nossa mente enquanto ela explica o quanto está triste no trabalho dela?

Isso tudo é natural de um homem treinado para a caça, mas me pergunto se temos que deixar os condicionamentos travarem nosso amadurecimento.

Sou psicólogo, treinado para ouvir pessoas. Realmente gosto disso e ali naquele ambiente meu foco é prestar atenção genuína no que elas dizem e são. Ouço muitas mulheres e realmente me concentro em ouvi-las (ainda que você duvide disso) e sei que o fato de que não me detenho em decotes e bundas causa um impacto positivo sobre elas. Proporciona liberdade.

Elas se sentem realmente ouvidas e olhadas.

Fico me perguntando se um homem fosse capaz de fazer isso na sua vida como um todo.

Olhar a mulher para além do seu corpo e suas formas é um desafio que você nunca se impôs.

Ontem eu estava numa palestra realizada num local católico. No intervalo de almoço travei uma conversa com uma mulher espetacular. Ela tinha olhos azuis, não muito alta, sorriso encantador, papo descontraído, simpática ao extremo, parecia ter uma experiência de vida fantástica e prendeu minha atenção por cerca de meia hora. Um detalhe, ela tem 83 anos dos quais 60 é freira com votos de pobreza, obediência e castidade.

Antes que você pense, eu não sai com a freira. Mas eu não me impedi de conversar com ela interessadamente só porque ela tinha cabelos brancos.

Se você é incapaz de se relacionar em qualquer nível com uma mulher eu afirmo, você será incapaz de amar  e tocar uma mulher de verdade. E posso garantir para você, se conseguir fazer isso você nunca mais fará sexo do mesmo jeito.

E isso vai garantir que você seja um homem amorosamente infeliz.

Você vai dar uma de machão agora e dizer que sou boiola, mas sei muito bem do menininho de 5 anos que você tem aí dentro que continua querendo amar e ser amado por uma mulher.

Sugiro realmente que você treine conversar com uma mulher, qualquer mulher e se interesse pelo mundo dela sem nenhuma expectativa a não ser descobrir o que existe de mais íntimo nela. Essa sensação de ser olhada como pessoa é tão poderosa para uma mulher que você irá conhecer dimensões da vida que nunca teria conhecido antes. O coração de uma mulher pode entreter você por muito mais tempo do que você imagina.

Quando você conseguir fazer isso com uma razoável destreza, sem se fixar no decote dela aí sim estará pronto para uma vivência (e noite) de amor decente.

Você pode ter tesão e pegada? Óbvio que sim, mas não se aprisione nisso se realmente quiser viver uma experiência significativa.

Uma mulher quer que você vá além do corpo dela, ela quer que você penetre o seu coração. [leia mais]

___________

Captura de Tela 2013-09-13 às 17.34.09* Frederico Mattos: Sonhador nato, psicólogo provocador, autor do livro “Mães que amam demais”. Adora contar e ouvir histórias de vida. Nas demais horas cultiva um bonsai, lava pratos, oferece treinamentos de maturidade emocional no Treino Sobre a Vida e se aconchega nos braços do seu amor, Juliana. No twitter é @fredmattos.
____________________

Outros artigos de interesse 

Capital Theo: o cafajeste “bom” coração

3 vilões dos relacionamentos: carência

3 vilões dos relacionamentos: apego

3 vilões dos relacionamentos: jogos de poder

5 fases do término de relação amorosa

Por que você gosta de quem não gosta de você?

Por que tenho vontade de voltar com o ex?

Por que me sinto ligada em duas pessoas?

Por que é tão difícil terminar um relacionamento?

Guerreiro sábio – Homem do terceiro estágio

O ganharao – Homem do primeiro estagio

O sensível – Homem do segundo estágio

A mágoa que mata uma relação amorosa

Por que ele perdeu o tesão por mim – parte 1

O pai que está escondido na sua cabeça

18 maneiras de identificar a INVEJA no cotidiano – não leia esse texto

O melhor sexo é aquele que você é capaz de não fazer

Sobre o sofrimento

O que uma mulher nào quer quando recusa sexo!

Tags :

About the author

Sonhador nato, psicólogo provocador, apaixonado convicto, escritor de "Como se libertar do ex" e empresário. Adora contar e ouvir histórias de vida. Nas demais horas medita, faz dança de salão e lava pratos.

Related posts

  • Olha eu achei o seu blog por outro tópico mas ao ler este, digo: Parabéns! Queria que TODOS meu “ex” fossem capazes de ver isso que você viu. Não entendi o porquê das mulheres não lerem, está perfeito. É isso mesmo que queremos. Eu “me aposentei” com os homens justamente por somente encontrar os capazes de repararem em bundas e decotes. Parabéns (novamente), brilhante texto!

  • Ricardo

    Recentemente, num bar com uma amiga e algumas amigas (dela), 2 delas chegaram na conclusão de que eu estava “fácil” (de pegar mesmo), pois estava prestando atenção (para elas, “dando bola”) na conversa que estava rolando na mesa.

    Depois perguntei o porque delas acharam isso, quando elas falaram que é raríssimo ver um homem assim, focado, e que não fica dando de ganso olhando para os lados numa conversa.

    O que você acha disso, Fred?

    • Acho que elas confiam mais num homem que não é voluvel e é focado! Isso garante boas qualidades para elas e se sentem especiais!

  • Pingback: Como desenvolver a energia masculina? « Sobre a Vida()

  • Marcelo

    Interessante. Mas a ideia de que o homem só vê a mulher como objeto é tão superficial quanto o esteriótipo da mulher que fica com o homem pelo seu carro ou pela sua conta bancária.
    Entrosamento? Claro que deve existir.
    Mas a questão estética sempre vai existir, já que é por ela que se dá, normalmente, o primeiro contato.
    E isso vale tanto para os homens quanto para as mulheres…

  • Ari

    oooi! Então, sou mulher, continue lendo o texto e nao me senti ofendida. \o/
    Então, eu AMEI ao cubo o seu jeito de escrever, o tema… ADOREI mesmo!
    Parabéns! Já estou com umas 3 abas abertas como outros posts pra ler! Parabéns ao cubo pelo blog! =D

    • blogsobreavida

      Coisa boa tê-la como leitora assídua! :)))

  • Leonardo

    Olá, conheci o teu blog através do blog casalsemvergonha e estou gostando de ler e aprender muita coisa com os textos. Muitos pra mim são um “tapa na cara”, e, este por exemplo é mais um. Eu prometo que vou tentar conversar com uma mulher sem dar prioridade ao decote, tentar ouví-la e conhecê-la melhor. Às vezes a gente pensa com a cabeça errada na hora errada. A história do menino de 5 anos eu concordo! Vou recomendar o texto pra uns amigos meus.
    Abraços.