PARE de (se) justificar

Qual o grande problema das pessoas que se justificam?

Tudo tem uma justificativa para elas.

Isso resolve alguma coisa ?

Costumo fazer uma bela diferença entre explicação e justificativa.

Explicação é tentar partir de um fato e conduzir o raciocínio até as causas das causas dele.

Justificativa é a tentativa de tornar aceitável um acontecimento desagradável ao encontrar as suas causas.

Tem coisas que são explicáveis e não justificáveis.

Portanto, não precisa justificar, apenas assumir o que aconteceu.

Esse é um hábito contra o qual relutei. Minha capacidade de me justificar podia deixar qualquer pessoa maluca.

“Fred, esse copo quebrado aqui foi você?”,  e meu impulso inicial era dizer “Sabe o que acontece…”.

Seria mais simples responder, “sim, fui eu, vou repor em breve!”

Fim de papo, sem drama, sem reclamação, sem autopiedade e apenas ação.

Em 2011 me comprometi a extinguir essa mania. Tenho tido bons resultados.

Já percebi também que algumas pessoas desenvolveram requintes nesse hábito.

Fazem alguma coisa e logo comentam a si mesmas: “nossa, que idiota o que eu falei!”

“Sério? Não achei!”

E agora?

O sujeito comentou a si mesmo e tirou o direito de que os outros tivessem as suas próprias opiniões.

Meu amigo Guilherme falou de uma postura sábia de sua mãe quando ele tentou se explicar quando pequeno ao errar um lance no jogo de taco: “Não se explique, filho, apenas jogue!”

Apenas faça, sem falatório, sentimento de culpa, comentários de autodepreciação ou tentativas de justificar o injustificável.

Se fez algo que alguém considerou errado ou maldoso, assuma o que fez, se retrate, repare o estrago da melhor maneira possível e siga em frente.

Todos nós somos tomados vez ou outra por impulsos egocêntricos, admitir isso é sinal de maturidade e não de pequenez.

Tentar justificar uma ação egoísta tentando culpar as circunstâncias é deprimente.

Normalmente fazemos isso, a culpa é sempre de algo que não tem nada a ver conosco.

Isso torna a justificativa algo desagradável, ela tenta tirar a autoria dos fatos. O protagonista tenta mostrar que sua intenção não foi prejudicar o outro e que não pensa só em si mesmo.

Sim, na maior parte do tempo você pensa só em si mesmo. Se você puder fazer um só favor para si mesmo em toda a sua vida é assumir isso, sem justificativa.

*

Esse é o quinto texto da série PARE:

Já tivemos o Pare de bater Punheta, o Pare de drama emocional e o Pare de reclamar

Os próximos são

Pare de (se) machucar

Pare de (se) corrigir/consertar

Pare de (se) controlar

Pare de (se) acusar

____________________

Outros artigos de interesse 

O que falar para alguém que está prestes à morrer? – Nota de falecimento de R.

“Ele me deixou e não deu explicações”

Tomei um pé na bunda! 

Eu tenho medo de me apaixonar

Você nunca mais vai amar do mesmo jeito

Por que meu relacionamento acabou?

Amor profundo

Todo amor é platônico

As várias máscaras do amor

Como exorcizar da sua vida alguém que se relacionou amorosamente?

Você abandonou a criança que existe aí dentro de você

Você é só mais um

Você vive no automático

Orgulho: o grande ladrão de felicidade

Sobre o sofrimento

Reflexões em meio à natureza selvagem

Por que temos dificuldade em perdoar?

Dependência, apego e morte

Qual diferença você faz nesse mundo?

O que faria se pudesse voltar ao passado?

Você dá o seu melhor na vida?

Por que aceitamos os bebês e rejeitamos os adultos

A ilusão do dinheiro

Sobre inconveniências sociais

Tenho HIV+

Olhar de turista

Por que temos problemas?

7 tipos de felicidade

Síndrome de Domingo à noite

Vida Ideal e Vida Real

About the author

Sonhador nato, psicólogo provocador, apaixonado convicto, escritor de "Como se libertar do ex" e empresário. Adora contar e ouvir histórias de vida. Nas demais horas medita, faz dança de salão e lava pratos.

Related posts

  • Anarkyll

    Todo o progresso tecnológico ainda não foi capaz de inventar uma forma de compartilhamos nossos sentimentos virtualmente.. mais farei um esforço. Não queria comentar com palavras, mas elas podem transmitir parte do que quero expressar com meus sentimentos: Muito amor no seu blog !!! __ Ligação Covalente Amorosa entre nós 🙂